Skip to content

Um nó da realeza para salvar o dia

julho 21, 2011

Todo mundo já teve um dia (ou mais) em que nada parece funcionar. Em dias como esse, até quem se orgulha de ter uma noção de estilo pode perde-la por inteiro. Essa é uma crônica do meu bad day.

Você acorda cedo ainda com sono para cumprir suas obrigações burocráticas profissionais, veste a roupa mais confortável (ou seja, a mais folgada), aguenta a ansiedade da manhã, a vontade de sair correndo e se entregar ao ócio, almoça salada, legumes, carne grelhada e pouco carboidrato (no máximo uma fruta de sobremesa). Antes de ir a academia, decidi passar na lavanderia pra deixar aquelas peças amadas  (sujas em um jantar do final de semana passado) e descobre que eles cobram pra limpar um colete, o mesmo que para um blazer. No caminho da “malhação” (odeio essa palavra, mas não consegui um sinônimo melhor para academia) percebe que sua camiseta e bermuda pretas estão cobertas de fiapos como se tivessem sido tiradas de um balaio de gatos selvagens brancos. Respira fundo e vai.

Indo pra esteira dá sua corrida, liberar endorfina (você se convence que isso vai acontecer) nota que o cara do lado, que se matriculou na academia um tempo depois de você está bem mais magro. Um pensamento para alentar: quando chegar em casa o que te espera é uma sopa.

O que poderia salvar esse dia?  Um nó na gravata seria a resposta mais improvável.

Há alguns dias um amigo me pediu pra dar um nó na gravata dele e não consegui. “Como alguém que escreve sobre moda masculina e trabalha com isso, não consegue dá um nó direito?” disse ele.

Humilhado desde então, decidi aprender a fazer o meu nó favorito, para mim o mais elegante pela simetria e volume: o Windsor. Já que aquele dia estava tão ruim, porque não tentar algo diferente. Essa amarração de gravata foi criada em meados do fim do século XIX para o filho da Rainha Vitória, o duque de Windsor usar em eventos formais, depois ele se tornaria rei Eduardo VII. Durante o reinado da mãe não exercia tanto poder político, por isso se dedicava aos eventos sociais e era considerado um ícone da moda e criador de tendências.

Fiquei de frente para o espelho e treinei seguindo a ilustração do Guia Vip de Estilo 2011. Fiz em três skinny ties e ficou muito bom (confira o resultado clicando aqui).

Nó Windsor - Guia Vip de estilo 2011 @Reprodução

Curiosidade: esse tipo de nó é usado até hoje como o único para os oficiais da Real Força Aérea da Inglaterra em eventos black tie, quando eles usam uniforme e pelas Forças Canadenses.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: