Skip to content

Estampa de bolinhas (poá) para os homens

maio 19, 2011

É sempre interessante observar como a moda masculina se permite caminhar para um lado mais lúdico em suas propostas, isso ajuda a derrubar barreiras e preconceitos do que é, ou não “roupa de homem”. As inovações e experimentações existem, talvez não ocorram na mesma velocidade do que na moda feminina. As questões mais importantes são: a absorção das novidades pelo mercado consumidor e uma cultura de moda que nem sempre acompanha as idealizações dos criadores. São esses dois elementos, em minha opinião, que fomentam um ambiente fértil para o novo na moda.

Há algum tempo falei das estampas de onças para os homens. Sem dúvida que é uma experimentação, um toque de ousadia. Na Europa onde existe uma imprensa especializada em moda masculina – não falo de seções de estilo, ou guias dentro de uma revista, mas publicações inteiras- ações de marketing massivas e um público educado para receber informações, logo as ruas das principais cidades são tomadas por looks mais arrojados, sem medo.

Não quero cair no discurso de que lá é melhor, mas sim que é diferente e tem um ambiente propício desenvolvido ao longo de anos. Eles uniram criatividade, economia e movimentos sócio-culturais.

No Brasil temos a internet como um grande instrumento renovador, disseminador de boas informações, sendo capaz de romper com os rótulos dos estereótipos de gêneros e criadores começam a ousar nas criações. A absorção pelo público é lenta, empresários e administradores de grifes masculinas precisam também perder o medo de afastar seus consumidores. A formação de um “ambiente fértil” leva tempo. As “onças” não domaram os homens brasileiros, assim como fizeram com as mulheres, mas pode chegar o dia que isso aconteça.

Disse tudo isso para poder falar de uma tendência que se vem percebem em editoriais e lançamentos de coleções no verão do hemisfério norte: é a estampa de bolinhas. O tradicional poá, que as mulheres amam faz tempo e os homens usam timidamente em gravatas e lenços de bolso, chega em um clima setentinha, divertido, mas sem o peso da cafonice. Elas são usadas de forma bem cool em camisas de alfaiataria, como propôs por exemplo a Dolce&Gabbana, ou mesmo como se fossem respingos de tinta. Uma variação para as camisas sociais.

O mais ousado talvez esteja em aplicar o poá em calças.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: