Skip to content

A jornada em busca do estilo pessoal

março 24, 2011

Esse blog existe para estabelecer algum tipo de comunicação.Fico feliz quando isso acontece, por isso quando recebi um e-mail do leitor de blog, Augusto Nunes, quis responder logo, mas pensei um pouco, porque precisava encontrar uma resposta sincera como foi a forma que ele descreveu a si mesmo e ao seu momento que está vivendo.

Vou transcrever um trecho da mensagem dele  “estou numa fase de descobrir e inventar meu estilo, agora aos 30 anos. Em períodos anteriores essa não chegava a ser uma busca declarada, e nem tampouco acertada. O que eu não tinha de informação sobre moda, também não tinha de bom senso, nem de conhecimento do meu corpo e das necessidades dele. O resultado disso é a sensação constante de estar mal vestido e aquele medo de rever fotos antigas onde a realidade dói. rs

Hoje tenho convicção do meu gosto pessoal, percepção clara do que meu corpo tem de bom e de ruim, uma superficial noção do que se considera socialmente “vestir certo” e um desejo real de ter um estilo. Essa, pra mim, a característica mais importante pra começar.
Sobre mim:
Alto (1,83m)
Magro, bem magro (68kg)
Musculatura desfavorável (dificuldade no ganho de massa)
Rosto quadrado e cabelo bem comprido.”
Já falei no blog sobre a construção do estilo pessoal e gosto de pensar que esse momento como uma jornada, cujo prazer está no percurso e não só no destino final. Vamos enxergar isso dentro de uma perpectiva de viajantes e não de turistas. O turista tem um compromisso dessesperado com a alegria e o prazer imediato, afinal quer se divertir, sair da rotina. O viajante não. Ele sabe que aquilo é passageiro, que existiram novos destinos, prezeres pequenos,impactantes,alegrias sutis,efemeridades e experiências elucidativas.
O e-mail do Augusto toca em duas questões “conseguir através das roupas parecer menos magro” e “como construir o seu estilo pessoal”. Por isso, minha resposta seguirá esses dois pontos.
Conseguir através das roupas parecer menos magro:
  • Sobreposições, cores fortes e estampas como o xadrez, floral ajudam bastante a dar uma encorpada.
  • Jaquetas, cardigãs e coletes escuros com uma camisa com mais cor por baixo destacam o tronco.
  • Calça jeans acid wash (desbotadas) , com puídos e lavagens que clareiam a região das coxas e pernas servem muito pra causar a impressão de mais volume.
  • Aproveite o fato de ser magro e alto pra dobrar as barras das calças e usar modelagem menos justas. Isso encurta um pouco mais as pernas.E na hora de escolher uma bermuda, prefira as que ficam na altura no joelho ou abaixo.
  • Prefira ternos e blazers com corte tradicional, retos e menos acinturado.
  • Muito cuidado com as roupas folgadas, elas acabam destacando mais a magreza do que escondendo.
  • Você precisa prestar atenção no comprimento e proporção das peças, camisas muito longas, mangas indo além no pulso, sobras demais de tecidos e calças com a barra cobrindo o sapato dão um ar super desleixado.

Como construir o seu estilo pessoal

  • Pense um pouco sobre suas referências, gostos pessoais, universos que te atraem. Faça se possível uma colagem com imagens que te inspiram, seja de moda ou não. Observe bem as cores, combinações. Imagine como isso se traduziriam em peças usáveis.
  • Questione-se que tipo de imagem você quer transmitir as pessoas. Tradicional, contemporâneo, retrô, jovial,cool, descolado.
  • Busque alguém que você admira o estilo, mas entenda o porquê dessa admiração. É pelas roupas que usa, postura?A partir daí se questione o que dele pode servir pra você.
  • Comece a construir seu estilo explorando os clássicos e básicos. Cores neutras e vá expandindo, acrescentando acessórios, mais cores.
  • Pense em etapas,primeiro você se sente seguro vestindo algumas coisas, quando dominá-las passe pra uma nova etapa mais ousada, incluindo novas referências.
  • Se afaste também um moda da informação só de moda, pode estar em um personagem de filme, livro, na letra ou sonoridade de uma música a atitude que você procura pra estimular a construção do seu estilo.
  • Encarne personagens, experimente usar o seu corpo como plataforma para expressão de idéias, histórias, ele é extremamente importante, é a nossa roupa definitiva.
  • E nunca perca de vista a diversão e o prazer em fazer tudo isso.
7 Comentários leave one →
  1. Roberto Martins permalink
    março 27, 2011 6:22 pm

    gostei muito do “Como construir o seu estilo pessoal”, eu tenho 19 anos e a maioria das suas propostas eu “sigo” mais queria ser mais ousado, sou muito apagado e parece que tenho poucas roupas, porque todas são das mesmas cores

    • março 27, 2011 7:15 pm

      Roberto,

      Vc indo bem nessa jornada. Deseja ousar e sabe que poderia incluir mais cores no guarda-roupa.Vá aos poucos mudando os hábitos de suas compras, inclua cores que vc não usava, corte diferentes como as golas assimétricas. Explore as novidades,a medida que vc se sentir seguro para inovar as coisas vão melhorando e o seu estilo pessoal vai se desenhando.Grande abraço.

  2. Augusto Nunes permalink
    março 29, 2011 10:26 am

    Puxa… que maravilhosa surpresa! Li seu e-mail e vim superempolgado (na nova gramática ficou assim né?) pelo link da mensagem. Havia tentado entrar aqui algumas vezes pelo endereço antigo e achei q o blog tivesse ido pro espaço!
    Cara, valeu a pena esperar um pouco pela resposta. Ganhei um post inspirador e muito completo. Obrigado, Léo!
    Posso dizer que tenho pensado bastante sobre roupas com sobreposições como vc indica. Me parece uma ótima saída, mas fico às voltas com o dilema: sobrepor X sobreviver. Rio 40° já foi sinônimo de calor sobrehumano, hoje 40° é apenas um dia nublado. Tenho tentado pesquisar tecidos que sejam “armados” e leves ao mesmo tempo e planejo num futuro mandar fazer algumas roupas com esse material. Quem sabe essas eu consigo usar sobrepostas. Tbm realmente já notei que camisas muito compridas e largas ficam assustadoras em mim, sem contar que me fazem voltar no tempo de uma época depois da adolescência onde eu era praticamente aqueles judas de amarrar nos postes e apedrejar à vontade! Eu me vestia assim e hoje sinto calafrios de usar roupas q me lembrem aquilo. Tbm adorei a idéia de antes de escolher as roupas, fazer um apanhado do que se identifica comigo de um modo geral e ver o que poderia se traduzir em roupas daquilo.
    Sem dúvida estou bem mais antenado sobre minha forma de vestir depois que encontrei o blog. Essas dicas então… estão preciosas e sobre medida!
    Te agradeço a dedicação Léo! Parabéns e que mais dicas venham por aí, porque eu vou continuar ligado.

    Grande abraço!

    • março 30, 2011 3:44 pm

      Augusto,

      Fiquei muito feliz com o seu comentário e que tenha aprovados as dicas. Essa questão do clima dificulta muito a nossa vida, eu entendo bem vivendo em Salvador.

      Aposte nos tecidos com algodão ou linho sempre, por causa do calor talvez você possa experimentar os coletes de alfaiataria, por exemplo em cores mais claras para sobreposições.

      As camisas sociais bem cortadas são sempre boas opções. Procure aquelas camisas que imitam as clássicas camisas de smoking, com aquele pala, existem modelos em que o detalhes é de uma cor e o resto da camisa outro, grande truque pra crescer tronco.Já vi na Richards.

      Outra dica que esqueci de colocar no texto foi o uso das listas horizontais, as em cores fortes com fundo escuro dão uma profundidade e encorpam. As polos justas no peito e mais soltas no abdômen são eficientes, principalmente se tiverem listas no peitoral e uma cor lisa escura abaixo.

      Continue explorando as possibilidades e invista numa relação de valorização do seu corpo.Grande abraço.

      • Augusto Nunes permalink
        abril 5, 2011 12:28 pm

        Valeu por mais essas dicas Léo. Já até dei uma pesquisada no google sobre polo listrada desta forma, camisa de smoking e colete de alfaiataria. Opções nunca são demais.
        Abraço grande!!

  3. Jorge Pedro permalink
    maio 17, 2011 9:54 am

    Olá sou Jorge Sousa, e por primeira vez entro em contacto c/ a vossa assessoria de imagem pessoal no intuito de receber a colaboração dos vossos profissionais a trabalhar na clinica de moda e assim agendar uma consulta de valorização da minha imagem pessoal. Vivo em Lisboa e necessito de contactar filiais vossas ou de outras assessorias de imagem pessoal na cidade de lisboa, ou outras existentes em Portugal.

    • maio 17, 2011 7:32 pm

      Olá Jorge, obrigado por sua visita ao blog e comentário. Trabalho escrevendo sobre moda masculina e prestando consultoria de imagem no Brasil. Se puder lhe ajudar com alguma informação via blog ou através do meu e-mail estilocoolblog@gmail.com é só perguntar.
      Atenciosamente,
      Leo Amaral

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: